Estórias mínimas / José Rezende Jr.

14 dUTC Abril dUTC 2010

Mais 3 do José Rezende Jr., pescadas no blog do Bob Fernandes.
Impressiona-me como ele consegue tanto com tão pouco. Parece o piano do Tom…
No site dele está disponível seu livro de contos, “A mulher gorila e outros demônios”.

O baile


Os dedos dele nas frestas do meu vestido e eu rezando: Deus, que a orquestra não pare, que não venha a manhã o amanhã os filhos a vida.

Domingo


Saiu leve e feliz do confessionário. Tinha 9 anos, e a alma livre para os muitos pecados que viriam.

Enredo

Moço de chifres e tridente encontra — e beija — moça de asas e auréola. Ainda não conhece a maldade dos anjos.

Anúncios

ESTÓRIAS MÍNIMAS

23 dUTC Março dUTC 2010

Pesquei essas pequenas maldades do José Resende Jr. no blog do Bob Fernandes no Terra Magazine. Pretendo publicar mais umas, mas quem quiser ler direto na fonte clique AQUI.

A TRAPEZISTA

Aterrissou nos braços do homem infeliz, que tratou de podar-lhe o voo. Tolo: não sabe que as asas das trapezistas crescem em cativeiro…

MÚSICA URBANA
No meio da rua, tocando violino para ninguém ouvir. Tão bonito que os passarinhos fizeram silêncio – mas também não foram ouvidos.

DUAS MENINAS
As melhores amigas, desde meninas. Mas só bem velhinhas ousaram o primeiro beijo. Ainda assim foram felizes, pelo para-sempre que restava.